STF cria parâmetro para ações de multiparentalidade

O advogado Ricardo Lucas Calderón participou da ação que discutia sobre a prevalência da paternidade socioafetiva sobre a biológica  no Supremo Tribunal Federal como amicus curiae e  fez sustentação oral defendendo igualdade de filiação e também a igualdade jurídica da paternidade biológica e socioafetiva.

Segue abaixo, a notícia do IBDFAM sobre o julgamento que ocorreu na última quinta (22) e matéria do Jornal do Comércio do Rio Grande do Sul que faz abordagem sobre a decisão do Supremo.

IBDFAM: STF reconhece multiparentalidade

STF cria parâmetro para ações de multiparentalidade